Viagem a Marrocos - O Nosso Roteiro no País dos Oásis

Viagem a Marrocos – O Nosso Roteiro no País dos Oásis

Neste roteiro Marrocos vamos apresentar não só os locais por onde passámos na nossa viagem a Marrocos, mas também os gastos, os hotéis lindos onde pernoitámos e muitas dicas úteis para quem pretende explorar este belo país de carro.

Viagem a Marrocos - O Nosso Roteiro no País dos Oásis

Viagem a Marrocos – Road trip

Marrocos tem tantos locais para nos perdermos de amores que delinear o itinerário da nossa road trip não foi tarefa fácil.

Queríamos ir rumo ao norte em busca de Chefchaouen e das cidades imperiais de Meknès, Fez e Rabat. Simultaneamente, também queríamos explorar algumas das cidades costeiras Casablanca, Essaouira, Mazagão. Mas, claro que rumar até ao deserto do Sahara também era uma das prioridades da nossa viagem a Marrocos.

Com apenas 9 dias de férias tivemos de fazer escolhas e muitos cortes no itinerário, queríamos que estes dias fossem repletos de descobertas e de paisagens alucinantes, queríamos ficar extasiados com a beleza a cada quilómetro percorrido. Mas afinal de contas, estes 9 dias seriam também as nossas férias do trabalho e não queríamos que se tornassem numa correria, apenas em busca de riscar os locais da nossa lista de lugares a visitar em Marrocos. Decidimos, portanto, que iríamos alugar um carro em Marraquexe durante 5 dias e rumar até ao deserto do Sahara.

Assim, deixámos de fora muitos locais que mereciam uma visita, mas tivemos a oportunidade de percorrer a mítica e extremamente curvilínea estrada de montanha Tizi n’Tichka, mas também a Rota dos Mil Kasbahs e parámos em  grande parte dos locais mais icónicos e característicos do país, como Aït-Ben-Haddou, as Gargantas do Todra e  o Vale do Dades.

Os outros 4 dias restantes das nossas férias, foram passados em Marraquexe. Já agora, se estão a pensar visitar Marraquexe, não deixem de ler o nosso Guia Essencial para Sobreviver a Marraquexe.

 

Roteiro Marrocos/Road trip Itinerário:

Dia 1: Marraquexe – Ouarzazate (197 km ~ 4 horas de viagem)

Depois de tratarmos da papelada do aluguer do carro com a Medloc Maroc, deixámos a frenética condução de Marraquexe para trás.

A distância que separa Marraquexe e Ouarzazate é de apenas 197km. Quem não conhece a estrada, pode pensar que para percorrer este trajecto não são necessárias mais do que duas ou três horas.

No entanto, para alcançar Ouarzazate é necessário passar pela lendária estrada de montanha Tizi n’Tichka, a  2260 m  de altitude, onde as curvas apertadas são mais que muitas.

Para além das curvas, na altura em que fizemos este trajecto, alguns troços da estrada estavam em obras, o que chegou a provocar algum congestionamento do trânsito, uma vez que a circulação ocorria de forma alternada.

Viagem a Marrocos - O Nosso Roteiro no País dos Oásis

Roteiro Marrocos

Viagem a Marrocos - O Nosso Roteiro no País dos Oásis

Roteiro Marrocos: Tizi n’Tichka

Viagem a Marrocos - O Nosso Roteiro no País dos Oásis

Roteiro Marrocos: Tizi n’Tichka

Ouarzazate & Aït-Ben-Haddou: Onde dormir?

Hotel Riad Ksar Ighnda:  a 3 minutos de Aït-Ben-Haddou e 30 minutos de Ouarzazate

Quem acompanha o nosso blogue sabe que temos um fraquinho por hotéis carismáticos e diferentes. Estávamos, portanto, ansiosos para chegarmos ao Ksar Ighnda, um hotel cuja arquitectura nos faz lembrar um autêntico palácio das mil e uma noites.

Os quartos são pequenos, embora muito bonitos e acolhedores.

O que mais gostámos? A localização a menos de 3 minutos de carro de Aït-Ben-Haddou e os inúmeros terraços para relaxar e apreciar as vistas, no final do dia.

Foi com alguma desilusão que constatámos que  o pequeno-almoço não é buffet, mas era delicioso.

Preço: Pagámos 135€ por um quarto standart com pequeno-almoço incluído.

Clica aqui para reservar a tua noite no Ksar Ighnda.

Viagem a Marrocos - O Nosso Roteiro no País dos Oásis

Viagem Marrocos: Hotel Riad Ksar Ighnda

Viagem a Marrocos - O Nosso Roteiro no País dos Oásis

Viagem Marrocos: Hotel Riad Ksar Ighnda

 Oscar Hotel: a 10 minutos do centro de Ouarzazate e 30 minutos de Aït-Ben-Haddou

No dia seguinte, optámos por uma opção mais económica mas, ainda assim, muito confortável. Optámos por pernoitar no Oscar Hotel, que se encontra dentro do recinto dos estúdios Atlas, em Ouarzazate.

Comparativamente com o Ksar Ighnda, o Oscar Hotel, não goza da mesma vantagem arquitectónica, nem aspecto palaciano, mas a relação qualidade/preço é incrível!

Como o hotel se encontra dentro do recinto dos estúdios de cinema Atlas, toda a sua decoração gira em torno dos filmes aqui gravados. Como hóspedes do hotel, têm direito a bilhetes grátis para visitar os estúdios Atlas.

Tem piscina, restaurante e bar.

Viagem a Marrocos - O Nosso Roteiro no País dos Oásis

Roteiro Marrocos: Oscar Hotel

O pequeno-almoço é buffet. Se, ao contrário de nós, gostam de começar o dia a encher a pança de forma saudável e equilibrada com iguarias tão deliciosas como tomates, alfaces, pepino, então vão adorar.

Preço: Optámos por uma suite espaçosa e pagámos apenas  59.50€/noite com pequeno-almoço incluído.

Clica aqui para reservar a tua noite no Oscar Hotel.

Outras sugestões de alojamento: Kasbah Titrit & Spa|Paradise of Silence

Dia 2: Ouarzazate – Ait Ben Haddou (30 km ~ 30 minutos)

Este foi um dia descontraído de viagem, sem grandes distâncias percorridas.

Depois do pequeno -almoço e de tirarmos as últimas fotos do Ksar Ighnda, percorremos apenas 33km para chegar a Ouarzazate e fazer check-in no Oscar Hotel.

Chegámos muito antes da hora do check-in.

Enquanto preparavam o nosso quarto, aproveitámos para visitar o famoso estúdio de filmes Atlas. Ao andar por estes cenários parece que fomos, momentaneamente, tele-transportados até ao Egipto ou mesmo até à China, mas essa sensação, rapidamente, desvanece quando vamos além da fachada principal e vimos que tudo não passa de tábuas de madeira já em estado decadente. Não deixa, porém, de ser interessante descobrir a grande panóplia de filmes aqui rodados, filmes de grandes produções como a A Jóia do Nilo, Astérix e Obélix: Missão Cleópatra, Gladiador  e muitos outros.

Viagem a Marrocos - O Nosso Roteiro no País dos Oásis

Roteiro Marrocos: Estúdio Atlas, Ouarzazate

Para além dos Estúdios Atlas, existem ainda os estúdios de cinema CLA (CLA Studios), onde podem visitar a grande cidade de Jerusalém ou mesmo Meca.

Viagem a Marrocos - O Nosso Roteiro no País dos Oásis

Roteiro Marrocos: Estúdio Atlas, Ouarzazate

Deixámos a visita a Aït-Ben-Haddou para a tarde, depois das horas de maior calor passarem.

Quando chegámos a Aït-Ben-Haddou, cada um de nós pagou 1€ (10 dirhams) à entrada. Ainda mal havíamos dado os nossos primeiros passos em Aït-Ben-Haddou e já estávamos a ser convidados por dois miúdos sorridentes a visitar uma casa típica berbere.

Perguntámos se teríamos que pagar e eles disseram que não, que o euro que havíamos pago à entrada já cobria a visita. Aceitámos, claro. E, embora a nossa forma de comunicação com estes dois compinchas fosse, essencialmente, por gestos e sorrisos, eles seguiram connosco, levaram-nos à loja dos tapetes, mas não se ficaram por aí, e acompanharam-nos durante toda  a nossa visita. No final, ainda se ofereceram para nos levar a um lugar com uma vista arrebatadora de Aït-Ben-Haddou.

Temos que confessar que já escaldados com a “ajuda” que recebemos em Marraquexe, estávamos sempre à espera do momento em que nos pedissem dinheiro pelo seu trabalho de guias, mas não. Eram apenas crianças a ser crianças, a divertirem-se numa tarde de verão, longe dos telemóveis e de outras distracções tecnológicas.

Viagem a Marrocos - O Nosso Roteiro no País dos Oásis

Viagem Marrocos: Aït-Ben-Haddou

Viagem a Marrocos - O Nosso Roteiro no País dos Oásis

Roteiro Marrocos: Aït-Ben-Haddou

Depois de visitarmos Aït-Ben-Haddou, ainda fomos convidados pelo Abdul para tomar chá na sua loja. 

Quando fomos jantar na praça Al-Mouahidine, em Ouarzazate, já passava da meia noite.  Foi aqui que uma menina, com não mais do que 10 anos, de olhos doces e  inglês perfeito, parou de jogar à bola para nos abordar e sugerir que jantássemos no restaurante dos seus pais. Perante tal convite, não ousámos recusar, já que também estávamos esfomeados.

Viagem a Marrocos - O Nosso Roteiro no País dos Oásis

Viagem Marrocos: Ouarzazate

Ouarzazate é um local onde não nos importávamos de ter passado mais tempo, gostávamos de ter reservado algum tempo para passear no Mercado central de Ouarzazate e fazer umas comprinhas.  

Dia 3: Ouarzazate – Merzouga (368km ~ 5horas)

Depois de conduzirmos durante mais de 5h chegámos, finalmente, ao deserto do Saara.

Pelo caminho, fomos ouvindo, ou tentando ouvir a rádio local, a falta de sinal foi sempre uma constante. Apesar de só conhecermos uma ou outra palavra de árabe, estamos quase certos que uma das rádios locais, a única que apanhávamos com mais facilidade, foi dando orações durante grande parte do caminho. Só assim, tivemos uma abençoada viagem até Merzouga e nunca nos faltou o ar condicionado.

Viagem a Marrocos - O Nosso Roteiro no País dos Oásis

Roteiro Marrocos: Deserto do Saara

Deserto do Saara: Onde dormir?

É certo que na vida há decisões bem mais difíceis do que escolher onde pernoitar no deserto do Saara, mas devemos advertimos-vos que esta não foi uma decisão nada fácil. Estávamos numa oscilação constante entre o Hotel Kanz Erremal e a sua piscina plantada em pleno Deserto do Saara, e os acampamento luxuosos com jantar incluído.

Bem ou mal, tivemos que escolher um e escolhemos o Kanz Erremal

Clica aqui para reservares uma noite neste hotel.

Viagem a Marrocos - O Nosso Roteiro no País dos Oásis

Viagem Marrocos: Hotel Kanz Erremal

Ainda que o Kanz Erremal esteja longe de ser o nosso hotel favorito, a localização e a piscina dão-lhe uma grande vantagem em relação aos demais hotéis.

Apesar de termos lido comentários negativos em relação à comida, escolhemos jantar no hotel e ficámos bastante satisfeitos, a comida servida era simples, mas deliciosa e em farta quantidade! Serviram-nos arroz com atum e milho, tajine de legumes e frango, 4 sumos de laranja e um prato com frutas. Todo o jantar ficou em cerca de 17€. Durante o jantar tivemos ainda o privilégio de assistir a um espectáculo de música berbere.

Viagem a Marrocos - O Nosso Roteiro no País dos Oásis

Roteiro Marrocos: Hotel Kanz Erremal

Os acampamentos de luxo no deserto terão de ficar para a próxima, mas deixamos-vos aqui algumas sugestões:

 Golden CampSahara Stars CampSahara Sky Luxury Camp

Dia 4: Merzouga – Gargantas do Todra – Skoura (355km ~ 5 horas)

Deixámos Merzouga, a pequena aldeia do deserto do Saara próxima da fronteira com a Argélia, e os seus 50°C. Vimos a paisagem mudar, gradualmente, à medida que nos afastávamos e uma, muito provável, tempestade de areia a formar-se perante os nossos olhos.

A areia rodopiava pelos ares cada vez mais forte, era possível ouvir o vento a soprar lá fora e, inclusive, sentir a sua agressividade na direcção do carro.

Depois de uma curta paragem em Alnif para almoçar uma omelete berbere, seguimos em direcção às Gargantas do Todra. Pelo caminho os oásis tornaram-se abundantes, mas não por isso menos surpreendentes. 

Viagem a Marrocos - O Nosso Roteiro no País dos Oásis

Roteiro Marrocos: Tinghir

É frequente dizer-se que nas viagens e na vida, o importante não é o destino onde queremos chegar, mas sim o caminho que percorremos para lá chegar. Ora isto, ainda que cliché, não deixa de ser a forma mais adequada para descrever este dia de viagem.

Mais impressionante do que as Gargantas do Todra em si, só mesmo a viagem para aqui chegar. Foi, principalmente, quando chegámos a Tinghir que os nossos olhos se  deslumbraram, arregalaram-se até não poder mais com as paisagens estonteantes que tínhamos perante nós.

Viagem a Marrocos - O Nosso Roteiro no País dos Oásis

Viagem Marrocos: Road trip

De Tinghir às Gargantas do Todra é, apenas, mais uma meia hora de caminho.

Seguimos a estrada das Gargantas do Todra com a permanente esperança, de dentro em breve, encontrarmos a famosa estrada das curvas estreitas e alucinantes, aquela estrada que aparece quando no Google se pesquisa por “tizi n’tichka” ou “todra gorge road“, mas que pudemos constatar que não se encontra em nenhum desses locais.

Sem termos encontrado a estrada com que há muito sonhávamos e sem sinal de GPS, fomos continuando na esperança de voltarmos a ter rede e, consequentemente, sinal de GPS. Ainda seguimos até Ait Hani. Embora nos tenhamos afastado do caminho para Skoura, em nada estávamos  frustrados, as paisagens não nos permitiriam tal coisa.

Viagem a Marrocos - O Nosso Roteiro no País dos Oásis

Viagem Marrocos: Gargantas do Todra

Onde dormir?

Escolhemos pernoitar em Skoura, no riad Espace Kasbah Amridil, queríamos parar num local que ficasse de caminho para Marraquexe, para que no dia seguinte, não tivéssemos um caminho tão longo pela frente. Por isso, escolhemos Skoura, que dista apenas 45km de Ouarzazate.

Ao contrário do que nós fizemos, recomendamos pernoitar na área do vale do Dades e não em Skoura, uma vez que foi aqui que encontrámos as paisagens que mais nos marcaram  durante a viagem

Os oásis do vale do Todra e do Dades formam paisagens diferentes de tudo o que já havíamos visto, impossíveis de esquecer, os tons ocre das casas, da terra, das montanhas rochosas e áridas, formam um contraste nítido e hipnotizante com o verde vivo dos oásis.

A nossa sugestão: Hotel Xaluca Dades

Dia 5 : Skoura – Marraquexe (239 km ~4 horas)

Em Skoura, antes de partirmos visitámos o Kasbah Amridil que ficava, literalmente, paredes meias com o riad onde decidimos pernoitar.

Deixámos Skoura, voltámos a percorrer o famoso troço de estrada Tizi n´Tichka, para chegarmos a Marraquexe ao entardecer, onde ficámos por mais uns dias.

Se estão a planear viajar para Marraquexe não deixem de ler o nosso Guia Essencial Para Sobreviver a Marraquexe.

Viagem a Marrocos - O Nosso Roteiro no País dos Oásis

Viagem Marrocos: Kasbah Amridil

 

Dicas/Conselhos & Informação Útil :

#1 Trazer carro ou alugar carro em Marraquexe?

Depende de quantos dias se tem e da disposição de conduzir durante várias horas a fio. Se tivéssemos optado por trazer o nosso carro o preço deveria rondar o mesmo que gastámos nos bilhetes de avião, uma vez que fazer a travessia de Tarifa a Tanger com o carro custa cerca de 200€, mais 50€ por pessoa.

Embora não fosse nada impossível trazer o carro desde Portugal e ir até ao Sul de Marrocos, durante os nossos 9 dias de férias, seria bem mais cansativo e teríamos de conduzir constantemente. Ficaríamos sem tempo para desfrutar da nossa passagem por cada sítio.

#2 É necessário um carro 4×4 para uma road trip por Marrocos?

Antes de fazermos a road trip, achávamos que um carro 4×4 seria essencial para uma road trip por Marrocos. No entanto, se forem andar nas estradas e não fora delas, um carro normal chega bem, não há necessidade de ter tracção nas quatro rodas.

As estradas de Marrocos são tão boas como as nossas. Claro que à semelhança das nossas, há troços onde estão longe de estar perfeitas e já estão velhas e esburacas, mas não acho que seja razão que justifique um 4×4.

#3 Como encontrar uma empresa de aluguer de carros confiável em Marraquexe?

Depois de ler tantas reviews negativas de companhias de aluguer de carros em Marraquexe, ficámos com a ideia de que encontrar uma agulha num palheiro seria mais fácil do que encontrar uma empresa de aluguer de carros confiável.

Regra geral, quando alugam um carro em Marrocos, ser-vos-á pedida uma caução de cerca de 10 000 dirhams (~900€). Esse dinheiro não é retirado da vossa conta, mas fica cativo até que entreguem o carro.

O problema é que muitas companhias, aproveitam-se dessa caução e de algum dano já existente no carro para, no momento da entrega do carro, fazer a culpa cair sobre vocês e assim já não voltam a avistar os vossos queridos 900€.

Como não andamos a roubar carteiras, a possibilidade de podermos ficar sem 900€ deixou-nos aterrados.

Viagem a Marrocos - O Nosso Roteiro no País dos Oásis

Road Trip Marrocos: Medloc Maroc

Encontrar, a Medloc Maroc, e uma enxurrada de reviews positivas a seu respeito foi, portanto, uma lufada de ar fresco e tudo o que precisávamos de encontrar para voltar a acalentar a nossa romântica ideia de fazer uma road trip por Marrocos.

Os  preços da Medloc Maroc são bastante acessíveis, têm carros normais a partir de 25€/dia e 4×4 a partir de 70€.

O dinheiro da caução foi o dobro do habitual, foram 20 000 MAD,(1800€). Ainda assim, preferimos pagar mais de caução e poder ficar com a cabeça tranquila, sabendo que vamos voltar a ver o dinheiro na nossa conta, do que ter uma caução mais baixa, mas correr o risco de jamais voltar a avistar o dinheiro.

Para além do mais, o cuidado e atenção da Medloc Maroc com os seus clientes  é fora de série. Precisamente, à hora combinada foram ao nosso encontro no riad onde estávamos alojados e ainda se deram ao trabalho de nos conduzir para fora da confusão de Marraquexe.

Depois de termos experimentado os seus serviços, não os poderíamos deixar de recomendar porque só temos mesmo boas coisas a dizer.

#4 Não se esqueçam de incluir o Vale do Dades no vosso itinerário

Se estão a pensar aventurar-se numa road trip pelo Sul de Marrocos, visitem as Gargantas do Todra. Mas, de seguida, regressem até Tinghir e contemplem também o Vale do Dades e o seu desfiladeiro. Aqui estarão no local certo para encontrar a famosíssima estrada das curvas, aquela que nós durante toda a nossa viagem esperámos encontrar, mas sempre sem sucesso.

A épica estrada das curvas pode ser encontrada entre Boumalne Dadès e Agoudal. O melhor é programarem o vosso GPS para o hotel Hotel Timzillite, assim não há nada que enganar, uma vez que o hotel tem vista privilegiada para esta estrada. Não precisam de lá pernoitar, serve apenas como ponto de referência.

Viagem a Marrocos - O Nosso Roteiro no País dos Oásis

Road Trip Marrocos: Esta é que é a famosíssima estrada das curvas

#5 Comprem um cartão SIM local e utilizem o melhor GPS de sempre – O Google Maps

Temos um fraquinho por mapas e quando fazemos viagens de carro em Portugal adoramos levar o mapa de estradas connosco, mas num país estrangeiro, não há como negar que modernices como o GPS são uma grande mais valia.

Quando alugámos o carro escolhemos uma viatura com GPS incluído, o que não estávamos à espera é que esse GPS não conhecesse muitos dos destinos onde pretendíamos ir, acabando por ser inútil.

Aconselhamos-vos, portanto, a caso tenham um telemóvel desbloqueado a todas as redes, assim que chegarem a Marrocos comprem um cartão de uma operadora local para que possam ter sempre dados móveis e utilizar o Google Maps em todo e qualquer lado.

Embora, não tenha funcionado completamente como um GPS, na medida em que deixou de nos indicar se devemos virar à esquerda ou direita, como costuma fazer em Portugal, deu para ver as estradas e o trajecto que teríamos que fazer para chegar onde queríamos.

Quando chegámos a Marrocos comprámos um cartão SIM da operadora Orange e pagámos cerca de 7€ pelo cartão e por 5GB de Internet.

#6 Façam a vossa própria playlist para a road trip

Eu adoro ouvir música de outros países e estava cheia de expectativas quanto às rádios marroquinas, mas devo dizer-vos que durante esta road trip passámos muito tempo sem sinal de rádio ou então a apanhar rádios que pareciam passar constantemente orações, o que não era bem a banda sonora que estávamos à espera de encontrar.

Quanto gastámos?

Voos: 259€ /pessoa (ida e volta – Lisboa/Marraquexe) pela Royal Air Maroc  com bagagem incluída, ambos com escala em Casablanca.

Aluguer carro 4×4: 5 dias – 350€

Gasóleo: percorremos cerca de 1300 km e gastámos uns 90€ em combustível

Hotéis:  8 noites de alojamento (4 noites em Marraquexe e 4 noites durante a road trip) combinámos um ou outro hotel mais fancy com outros mais simples. Total: 526€ ! O que dá uma média de 66€ noite. O nosso hotel mais caro custou 135€/noite e o mais barato 27€/noite

Comida: num restaurante normal, bonitinho, com um ar mais turístico, em média, pagámos, menos de 20€ com sumos de laranja incluídos. Mas quando escolhemos restaurantes ainda mais discretos, com um aspecto mais duvidoso, e menos bonitinho, chegámos a pagar menos de 10€ por uma tagine para os dois com sumos de laranja incluídos

Custo média das nossas férias por pessoa: 880€

Adoramos fornecer informação e conselhos grátis aos nossos leitores. No entanto, para ajudar a sustentar o nosso blogue e pagar alguns dos nossos vícios (comida & viagens) colocámos alguns links afiliados ao longo deste artigo. O que significa que ganhámos uma pequena comissão se fizeres uma reserva através de um dos nossos links, sem qualquer custo extra para ti.

Lara Oliveira

LEAVE A COMMENT

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

RELATED POSTS